Dicionário de Marketing

Nesta seção você encontrará definições sobre os principais
termos utilizados em marketing
 

  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W Y Z  
 

Dicionário - Letra P

P.D.V- Ponto de vendas de produtos ao consumidor final. 

PACKAGE: 1. Pacote, embalagem. 2. Artifício usado em promoção, no qual diversos produtos são oferecidos em conjunto a um preço total menor do que seria a soma do valor individual de cada um.

PACKAGING: Veja embalagem. 1. Invólucro que acondiciona e protege produtos. Segundo a ABNT- Associação Brasileira de Normas Técnicas-, podemos considerar três tipos de embalagens: embalagem de despacho ( própria para proteger o produto quando transportado); embalagem intermediária ( que somente acondiciona produtos dentro dela servindo para transporte interno); embalagem individual ( aquela que normalmente acompanha o produto no ato de aquisição pelo consumidor final). Alguns exemplos de caixas de papelão definidas pela ABNT: caixa normal (quando todas as abas tem o mesmo comprimento); caixa especial ( quando todas as abas internas são maiores que as externas); meia caixa normal com tampa ( quando as quatro abas superiores são substituídas por uma tampa). 2. O invólucro ou recipiente usado para embalar. 3. Seção de lojas ou fábrica onde embalam as mercadorias, a "vestimenta" do produto, ou seja, a embalagem em todos os aspectos gráficos, cromáticos e figurativos tem alto valor expressivo, pois deve comunicar a natureza e as características do produto quando a sua personalidade.

PACKING LIST: Lista de mercadorias, documento com as características dos diferentes volumes que constituem o embarque; romaneio de carga.

PACOTE DE PRODUTO E SERVIÇO- Serviços e características que cercam um produto central, tais como faturamento, entrega, financiamento, embalagem e carga, promoção e assim por diante. Ver também Produto essencial, Conjunto de necessidades incrementado.

PADRÃO DE DESEMPENHO: Valor concreto atribuído ao Indicador de Desempenho (ex.: 3 minutos de demora na fila). 

PADRÕES DE ACURÁCIA - Conjunto de condições (dados, software, hardware e métodos), que visam a garantir a qualidade das informações geradas por um Sistema de Informação Geográfica. 

PAINEL DE CONSUMIDORES: Grupo de consumidores que fornecem informações em base contínua.

PAL: Phase Line - Sistema de tv em cores desenvolvido na Alemanha e adotado no Brasil. O M existente no sistema brasileiro ocorreu em função de ser um sistema específico para nosso mercado.

PALETE: Plataforma de madeira sobre a qual se empilha carga com a finalidade de estocagem ou transporte.

PARÂMETRO- Característica determinada para uma população.

PARCERIA: Reunião de pessoas para im fim de interesse comum, sociedade, companhia.

PARTICIPAÇÃO DE MERCADO: 1. Parte do mercado controlada pelo determinado produto; muitas vezes o desejo de alcançar uma participação específica do mercado é anunciado como uma reta do plano de marketing. 2. Objetivos de parcela de mercado.

PARTICIPAÇÃO NOS NEGÓCIOS DO CLIENTE- Em contraste com a participação de mercado, a participação nos negócios do cliente refere- se à porcentagem que uma empresa consegue dos negóciosde um lado cliente durante sua vida como cliente ativo. Relação entre o valor real e o valor estratégico de um cliente.

PAY-PER-VIEW I : Sistema de audiência de televisão no qual o telespectador, pagando uma taxa adicional, solicita o acesso a determinada programação.

PAY-PER-VIEW II - Os clientes pagam a cada solicitação de uso ou de programação. Relevante à discussão sobre " oferta explícita", uma vez que os anunciantes podem oferecer patrocínio individual a espectadores ou usuários on- line que estejam dispostos a fornecer informações sobre si próprios e que assistirão ou lerão a mensagem dos anunciantes.

PAY TV: Televisão por assinatura.

PDV: Ponto de venda.

PENETRAÇÃO NO MERCADO: Estratégia de crescimento, de participação no mercado em que com o produto / serviço atual, se pode explorar melhor e mais intensamente o mercado atual.

PENETRAÇÃO: Porcentagem ou número de pessoas ou lares que são atingidos por qualquer veículo de comunicação ou que usam determinado produto ou serviço.

PEOLE METER: Aparelho eletrônico que constitui um sistema de coleta de dados de audiência individual de TV. Pode ser active ou passive. Active: tipo de people meter que registra a presença de uma pessoa diante do televisor desde que a mesma aperte uma tecla correspondente a sua identificação no controle do aparelho. Passive: tipo de people meter capaz de identificar automaticamente a presença de uma pessoa diante do televisor ligado, dispensando o uso do controle de registro de presença.

PER CAPITA: O que corresponde a cada indivíduo.

PERCENTIL- Os 99 valores que dividem dados ordenados em 100 grupos com aproximadamente 1% dos valores em cada grupo.

PERCEPÇÃO DO CLIENTE: É o processo pelo qual o cliente operacionaliza seus julgamento de qualidade. São mais subjetivos do que um processo rigoroso de controle de qualidade de um fabricante. Todavia, as percepções do cliente, não importando sua subjetividade, são a realidade do mercado com o qual a empresa deve lidar. A percepção do cliente é tudo que existe!

PERCEPÇÀO SELETIVA: Processo pelo qual um indivíduo escolhe entre os estímulos disponíveis aqueles a que prestará atenção.

PERCEPÇÃO: 1. Processo pelo qual as pessoas selecionam, organizam e interpretam informações para formar uma imagem significativa do mundo. 2. É a maneira como cada um de nós interpreta os estímulos oriundos do ambiente que usamos para criar nossa própria "realidade".

PERFIL DE ATITUDE: Maneira de se conhecer a opinião do cliente sobre determinado produto ou serviço.

PERFIL DO PROSPECT: Delineamento de todos os itens de descrição de compradores potenciais (prospect) de determinado produto ou serviço, inclusive informação financeira, demográfica e aquela referente à atividade profissional exercida.

PERFIL: 1. Descrição do consumidor ou de qualquer público-alvo segundo elementos predefinidos. 2. Perfil da audiência de um veículo é a descrição de seu público segundo dados demográficos, socioeconômicos, psicográficos e culturais.

PERFORMACE: Atuação, desempenho.

PERGUNTA ABERTA/EXPLORATÓRIA: Perguntas que procuram saber razões de preferência, justificativas, causa e efeitos etc., cujas respostas são explicativas ou dissertativas. Geralmente, são perguntas do tipo "por que"?

PERGUNTA ABERTA: Aquela que normalmente evita uma resposta apenas "sim" ou "não", exigindo que o interlocutor formule a resposta com suas próprias palavras. Em pesquisa, é um tipo de pergunta em que o entrevistado responde livremente o que pensa sobre o assunto.

PERGUNTA DICOTÔMICA: Em pesquisa, a pergunta que permite resposta afirmativa ou negativa. 

PERGUNTA FECHADA/OBJETIVA: Pergunta que já tem alternativas de resposta. É a do tipo "quando", "onde", "quantos", "quais" etc. Geralmente, as perguntas desse tipo vêm acompanhadas das alternativas que são assinaladas pelo entrevistador de acordo com a resposta dada pelo entrevistador. Tem objetivo meramente quantitativo.

PERGUNTA SEMI-ABERTA: Em pesquisa, é a representação ao entrevistado de uma pergunta com alternativa prevista de resposta, mas que depois complementa, justificando sua resposta.

PERGUNTAS COM ORDEM DE PREFERÊNCIA: Em pesquisa, questões cuja resposta dada pelo entrevistador estabelece uma ordem de prioridade.

PERGUNTAS ENCADEADAS: Em pesquisa, questões cujas resposta dependem da resposta anterior.

PERGUNTAS FECHADAS: Em pesquisa, tipo de pergunta que já apresenta as possíveis respostas aos entrevistados, bastando uma escolha por parte do mesmo.

PERSONAL SELLING: Veja Venda pessoal. 1. Apresentação oral, em uma conversação com um ou mais compradores em potencial, com o propósito de venda. 2. Venda efetuada através de uma pessoa, geralmente o(a) vendedor(a) da empresa.

PESQUISA AD HOC: Tipo de levantamento especificamente encomendada pelo cliente.

PESQUISA AUTO SELECIONADA- Pesquisa em que os próprios entrevistados decidem se devem ser incluídos. Pesquisa de Clima organizacional - Usada para avaliar o grau de satisfação e as demandas do cliente interno, aspectos motivacionais e atitudinais de seu comportamento, com a aplicação de questionário em uma mostra representativa do conjunto dos funcionários, permitindo a livre manifestação, evitando constrangimentos decorrentes da identificação do entrevistado. 

PESQUISA DE MARKETING: Coleta, registro, análise e interpretação de modo sistemático, objetivo e acurado de informação relevante par determinado problema em marketing.

PESQUISA DE MERCADO: 1. Prática que liga o consumidor, o cliente e o público ao profissional de marketing por meio de informações usadas para identificar e definir problemas de marketing; melhorar a avaliar ações de marketing; monitorar o desempenho de marketing; e melhorar a compreensão do processo de marketing. 2. Levantamento de registro, análise ou coleta de fatores relacionados com os problemas de distribuição e venda mercadoria ou de prestação de serviços. 3. Coleta, análise, apresentação e utilização de dados a respeito de atitudes , bens, características ,comportamentos, hábitos, motivações, necessidades, opiniões ou sentimentos de indivíduos, grupos, órgãos ou instituições.

PESQUISA DE PREÇOS: Levantamento dos preços de venda, normalmente realizada pelos estabelecimentos comerciais varejistas para atender a aspectos mercadológicas diversos.

PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE: Aplicação do método científico à descoberta do Valor Percebido pelo Mercado. À primeira vista, assemelha-se à PESQUISA DE Mercado, mas há importantes diferenças, Primeiro, a Pesquisa da Satisfação do Cliente costuma se restringir à população de Clientes que já existem ou existiram, até porque seu objetivo é preservar a base de Clientes, e não de descobrir a receptividade do mercado a novos produtos. Em segundo lugar, embora as ferramentas de pesquisa sejam semelhantes em ambos os casos (ex.: Focus Groups, questionários), o ordenamento dos dados para análise é diferente.

PESQUISA DESCRITIVA: Pesquisa de mercado que descreve problemas, situações ou mercados - tais como o mercado potencial para um produto ou os dados demográficos e atitudes dos consumidores.

PESQUISA E DESENVOLVIMENTO (P&D): Função entrepreneurial que dedica ativos da organização para o projeto, a avaliação de novos produtos. Pesquisa Exploratória - Investigação exploratória buscando a identificação de situações, construção de cenários, estruturação de tipologias e desenho de quadros que constituem a primeira aproximação ao assunto investigado, quando o objeto do Estudo é desconhecido. 

PESQUISA EXPLORATÓRIA: Pesquisa de mercado para coleta de informações preliminares que ajudarão a definir melhor os problemas e sugerir hipóteses. 

PESQUISA MOTIVACIONAL: Tipo de pesquisa qualitativa que busca identificar atitudes, intenções de compra, motivos e hábitos de consumo. Pesquisa Qualitativa - Pesquisas que possibilitam explorar dimensões subjetivas do comportamento do consumidor, relativas as suas percepções, expectativas e aos seus desejos e sentimentos. 

PESQUISA QUALITATIVA: 1. Técnica que visa conhecer o estilo de vida, o comportamento, perfil e opiniões dos entrevistados. As técnicas mais difundidas são: discussão em grupo e entrevistas em profundidade. Veja Discussão em grupo. 2. Tipo de pesquisa realizada para aferir aspectos qualitativos de alguma questão, como percepção de imagens, atitudes diante de marcas e veículos, motivações etc. Discussão em grupo: Pesquisa qualitativa de caráter exploratório de um segmento do mercado, com vistas à obtenção de dados sobre sua opinião, comportamento, percepções etc. sobre um assunto, problema, produto ou serviço. Sob a condução de um moderador, um grupo de pessoas escolhidas por suas características predeterminadas (classe, idade, sexo, educação etc.) e/ ou específicas de um assunto (como posse da coisa ou experiência como produto/serviço) se reúnem para discutir um assunto em foco. Essa discussão é observada e registrada. A pesquisa com vários grupos permite, após análise dos resumos das discussões, chegar-se a conclusões utilizáveis mercadologicamente, sobretudo como base para posteriores estudos quantitativos. Veja Moderador. Pessoa encarregada de uma discussão em grupo que apresenta o tema aos participantes e coordena as ações de cada um.

PESQUISA QUANTITATIVA: Feita com questionários pré- elaborados que admitem respostas alternativas e cujos resultados são apresentados de modo numérico, permitindo uma avaliação quantitativa dos dados. 

PESQUISADOR DE MERCADO: Qualquer pessoa que planeje ou realiza, total ou parcialmente, sozinho ou com associados, por conta própria ou não, uma pesquisa de mercado, ou que atue como consultor numa pesquisa desse tipo.

PIB. Sigla constituída pelas iniciais de produto Interno bruto, é a soma dos valores de todos os bens e serviços produzidos num determinado país durante um ano. É por meio do aumento ou diminuição do PIB que se conhece a situação de uma economia, isto é, se houve ou não crescimento em determinado ano. O resultado final é dado em termos absolutos (tantos bilhões de dólares, por exemplo) ou relativos, quando aparece uma porcentagem de crescimento (ou de decréscimo) em relação ao ano anterior. 

PILOT TEST: Veja Teste- piloto. Teste realizado preliminarmente em uma escala menor de abrangência, ou seja, menor número de entrevistas, que servirá como orientação para a realização da pesquisa propriamente dita, uma vez que fornecerá as devidas correções de questionário, amostra etc.

PLANEJAMENTO: Ato ou efeito de planejar, elaboração por etapas, com bases técnicas. Planificação.

PLANEJAMENTO COMPLETAMENTE ALEATORIZADO- Processo em um experimento segundo o qual cada elemento tem a mesma chance de pertencer a qualquer uma das diversas categorias ou tratamentos.

PLANEJAMENTO EM BLOCOS ALEATORIZADOS- planejamento em que se obtém uma medida para cada tratamento em cada um de vários indivíduos emparelhados de acordo com características similares.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - Processo Gerencial de desenvolvimento e manutenção de um ajuste estratégico entre os objetivos, experiências e recursos da organização e as oportunidades do mercado. Baseia- se no desenvolvimento de uma missão da empresa, objetivos de apoio, um portfólio de negócios bem estruturado e estratégias funcionais coordenadas. Planejar estrategicamente é criar condições para que as organizações decidam rapidamente diante de oportunidades e ameaças, otimizando as vantagens competitivas em relação ao ambiente concorrencial em que atuam. É o direcionamento estratégico que permite às organizações reagirem rapidamente às turbulências do meio ambiente, explorarem melhor as oportunidades de mercado e desenvolverem novas técnicas de administração. Para a seqüência do tempo.Para conseguir a fidelidade dos clientes, a empresa pode trabalhar basicamente em direções: Ter uma marca forte que crie lealdade dos consumidores ou envolver os clientes pelos serviços que oferece.

Mais definições de Planejamento Estratégico

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ORIENTADO PARA O MERCADO: Processo pelo qual a empresa desenvolve e mantém uma relação adequada entre os objetivos, experiências, recursos e oportunidades num mercado continuamente em mudança.

PLANEJAMENTO MERCADOLÓGICO: Elaboração das ações que irão determinar os objetivos de comercialização, expondo também quais os meios necessários para atingir esses objetivos.

PLANEJAMENTO RIGOROSAMENTE CONTROLADO- Planejamento de experimento em que todos os fatores são forçados a ser constantes para que os efeitos de fatores estranhos sejam eliminados.

PLANEJAR ESTRATEGICAMENTE: Gerar condições para que a empresa possa decidir com rapidez frente as situações ambientais e oportunidades e ameaças, permitindo obter vantagens competitivas em relação ao ambiente competitivo em que atuam. Segundo Porter, "Planejar Estrategicamente produtos e serviços significa estabelecer condições que criem barreiras competitivas duráveis".

PLANO ANUAL: Plano de marketing de curto alcance que descreve a situação atual de marketing, os objetivos da empresa, as estratégias de marketing para aquele ano, os programas de ação, orçamentos e controle.

PLANO DE MARKETING: Documento que orienta a implementação das atividade de marketing.

PLANO DE MÍDIA: O plano de mídia faz parte do plano de propaganda, em que devem ser incluídos os objetivos a cumprir e as táticas a serem seguidas. Atividade que pode variar de pessoa a pessoa, de agência a agência. Esse plano é um documento da análise dos dados e alternativas que estabelecem a ação a ser desenvolvida em mídia para determinada situação mercadológica.

PLANO DE NEGÓCIOS: Documento formal contendo uma declaração de missão, a descrição dos bens ou serviços da empresa, uma análise de mercado, projeções financeiras e uma descrição das estratégia da direção para alcançar os objetivos da empresa.

PLANO DE TRANSIÇÃO- A forma menos traumática de se transformar uma empresa concorrente de mercado agregado em empresa 1:1, orientada para o cliente. Envolve colocar uma cerca de piquetes em torno dos CMVs da empresa, conforme a tecnologia e a expansão das capacidades da empresa o permitem, expandindo a cerca gradualmente em torno do espectro de clientes de modo a abranger clientes de valor progressivamente menor. Ver também Cerca de piquetes. 

PNC - Participação nos negócios do cliente.

POCKET BOOK: Livro de bolso.

PODER DE RETENÇÃO: Capacidade do comercial capturar e manter a atenção da audiência.

PODER DE UM TESTE- Probabilidade de rejeitar uma hipótese nula falsa.

POLÍGONO DE FREQUÊNCIA- Representação gráfica de uma distribuição de dados por meio de segmentos retilíneos unidos.

POLÍTICA DE VENDAS: Conjunto de táticas empregadas para vender. Modo de manter, aumentar ou diminuir a venda de uma mercadoria.

PONDERAÇÃO/PESO: Atribuição de valores ou quocientes a quantidades de uma amostra para dar equilíbrio e representatividade a seus diversos segmentos.

PONTO DE EQUILÍBRIO - Nível de atividade de uma empresa onde os custos totais são iguais às receitas, ou seja, o lucro é zero. O Ponto de Equilíbrio pode ser calculado em quantidade, medido por unidades de vendas ou pelo valor das receitas necessárias. 

PONTO DE EQUILÍBRIO: Definição de um preço para cobrir os custos de fabricação e marketing de um produto ou para atingir um lucro desejado. Ponto onde a oferta é igual à demanda, volume de venda em que se igualam custo e receita e no qual a empresa não apresenta lucro ou prejuízo.

PONTO DE INFLUÊNCIA- Ponto que afeta fortemente o gráfico de uma reta de regressão.

PONTO MÉDIO- Semi - soma do maior e menor valores.

PONTOS MÉDIOS- Pontos médios das classes em uma tabela de freqüências.

POOL: Convênio estabelecido entre empresas autônomas, a fim de obter nivelação de benefícios, os quais são concentrados num fundo comum e depois distribuídos entre os participantes.

POPULAÇÃO- Coleção completa e total dos elementos a serem estudados.

POPULAÇÃO: Em pesquisa de marketing, o grupo total em que se esta interessado.

PORFOLIO - Grupo de clientes gerenciado por um gerente de clientes ou gerente de porfolio. Tais clientes foram separados por valor para a empresa e também diferenciados por necessidade. Porfolio não é o mesmo que segmento. Segmentos se originam da divisão de uma população ou mercado em grupos menores, alguns dos quais podem se sobrepor, de modo que um cliente pode integrar mais de um segmento ao mesmo tempo. Porfolios começam com clientes individuais, aos quais vão se somando outros clientes de forma também individual e exclusiva. Nenhum cliente pode integrar mais de um porfolio porque só pode haver um único gerente de clientes responsável por aumentar o valor de qualquer dado cliente.

PORTFÓLIO DE NEGÓCIOS: Negócios e produtos que constituem a empresa.

PORTFÓLIO:1. Em geral, o vendedor que oferece um novo produto para uma clientela de varejistas, ou a variação de um produto existente, leva um portfólio; 2.Coleção de cópias de inserções publicitárias, de comerciais de televisão e que qualquer outra iniciativa que se pretende utilizar a ação da venda do produto; costuma ser um recurso eficaz na fase de introdução do ciclo de vida do produto. Pasta que contém a coleção de trabalhos da agência ou de um artista. 3. Ferramenta com a qual a empresa se identifica e avalia seus vários negócios.

PORTIFÓLIO- É a quantidade de tipos e o posicionamento dos nossos produtos no mercado. 

PÓS- VENDA: Fase posterior à conclusão da venda e que tem por objetivo verificar a correta entrega do bem ou produto vendido, sim como o grau de satisfação do cliente.

Posicionamento - Ato de desenvolver a oferta e imagem da empresa, de forma que ocupem um lugar distinto e valorizado na mente dos consumidores alvo. 

POSICIONAMENTO DO PRODUTO: Esforço de formular um posicionamento competitivo e um mix de marketing detalhado de um produto.

POSICIONAMENTO NO MERCADO: Ações empreendidas para que um produto ocupe um aposição clara, distinta e desejável, em relação aos produtos dos concorrentes, na mente 

POSICIONAMENTO: Estratégia de marketing que se concentra em um segmento específico do mercado pela tentativa de relacionar um determinado produto aos que concorrem com ele. Nos EUA, quando a alugadora de automóveis Avis disse que era a número 2 do ramo, estava procurando posicionar- se favoravelmente ao lado da gigantesca Hertz.

POSITIONING: Posicionamento.

POSTO- Posição numérica de um elemento em um conjunto de dados ordenados.

PÓS-VENDA: Atendimento para o feitio de reparos, manutenção e fornecimento de peças sobressalentes após Ter-se efetuado a transação, também se levando em conta vendas futuras.

POTENCIAL COMPETITION: Possibilidade de entrada no mercado de novos concorrentes, produtos substituídos, materiais similares ou de qualidade superior. Potencial de Mercado - Mensuração das possibilidades de venda de um determinado produto/serviço em um segmento de mercado ou região. 

POTENCIAL DE MERCADO: Total do público que poderá consumir determinado bem ou serviço. 

POTENCIAL DE VENDAS: Oportunidade relativa de vender um determinado produto, numa dada área. 

POTENCIAL DEMAND: Demanda que pode tornar-se efetiva no futuro. 

POTENCIAL: Totalidade dos meios disponíveis, considerada em um determinado momento, em um determinado ambiente. 

PPV- Ver Pay-per-view. Os clientes pagam a cada solicitação de uso ou de programação. Relevante à discussão sobre "oferta explícita", uma vez que os anunciantes podem oferecer patrocínio individual a espectadores ou usuários on-line que estejam dispostos a fornecer informações sobre si próprios e que assistirão ou lerão a mensagem do anunciante.

PRECIFICAÇÃO: Determinação do preço. 

PRECISÃO DO ATRIBUTO - Em geoprocessamento, diz respeito ao grau de precisão dos atributos armazenados em um banco de dados espacial, referente não só ao valor do atributo mas também ao seu relacionamento com coordenadas geográficas. 

PREÇO BRUTO: Preço que inclui todos os impostos. Preço de inserção de peça publicitária incluindo comissão da agência de propaganda. 

PREÇO DE CUSTO MÉDIO: Acréscimo de um mark-up "razoável" ao custo médio de um produto. 

PREÇO DE CUSTO: Preço que não inclui lucro. 

PREÇO: 1. Volume de dinheiro cobrado por um produto ou serviço, ou a soma dos valores que os consumidores trocam pelos benefícios proporcionados pela posse ou uso de um produto ou serviço. Valor atribuído a um serviço ou produto. 2. Uma das variáveis da classificação do composto mercadológico em quatro P's de McCarthey. 

PRE-SELECTED: Pré seleção de entrevistas por meio de um método de amostragem. 

PRESELLING: Venda antecipada. 

PRESS RELEASE: Noticiário de interesse do cliente distribuído à imprensa pela agência. 

PREVISÃO DE VENDAS: Estimativa das vendas válida para um conjunto específico de condições econômicas e para um período de tempo limitado. 

PRICE LEADER: Veja líder de preço. 

PRICING: 1. Fixação de preço. 2. Trabalho que o gerente desempenha para determinar um preço para um produto ou serviço. 

PRIME TIME: Horário privilegiado numa emissora de TV. Horário nobre. 

PRIVATIZAÇÃO. Este termo de origem no fato de tanto a União como Estados e municípios serem acionistas majoritários de empresas denominadas empresas estatais. A partir de 1991 o governo federal iniciou um agressivo programa de venda das ações e do controle acionário dessas empresas, passando para o setor privado da economia uma série delas, como, por exemplo, as siderúrgicas, a Vale do Rio Doce, as do setor energético, as de telecomunicações e algumas empresas do setor financeiro. 

Proatividade - Capacidade de identificar oportunidades e ameaças em potencial, antevendo consequências e ou resultados e antecipar-se na ação, agindo com rapidez e eficácia. 

PROBABILIDADE- Medida da possibilidade de ocorrência de um evento; expressa como um número entre 0 e 1.

PROBABILIDADE SUBJETIVA- Conjectura ou estimativa de uma probabilidade baseada no conhecimento de circunstâncias relevantes. probabilidades de ocorrência dos outros.

Probalidade condicional - Probabilidade de um evento, sabendo-se que algum outro evento já ocorreu.

PROCESSO DE FIDELIZAÇÃO: O processo de fidelização nada mais é do que a aplicação de determinadas estratégias a um processo contínuo, cuja finalidade é alcançar a fidelização dos clientes. Genericamente, obedece às mesmas estratégias em qualquer tipo de empresa. Porém, cada empresa tem suas particularidades e deverá adaptar essas estratégias às suas necessidades.

PROCESSO DE GERENCIAMENTO DE DEMANDA - Técnicas para previsão de demanda, que utilizam ferramentas matemáticas e ou pesquisas nos pontos de consumo para prever/acompanhar o comportamento do mercado para um determinado produto. 

PROCESSO ESTATISTICAMENTE ESTÁVEL- Processo com apenas uma variação natural e sem nenhum padrão, ciclo ou pontos raros. 

Processos de comparação múltipla- Processos que permitem identificar que médias são diferentes, após concluir que pelo menos três médias não são iguais.

PRODUCT LIFE CYCLE: Veja Ciclo de vida do produto.1. Curso das vendas e lucros de um produto. 2. Desenvolvimento das vendas de um produto no mercado, seguindo as quatro fases: introdução, crescimento ou aceitação, maturidade e declínio. Alguns autores consideram uma Quinta fase, que é a turbulência, localizada entre o crescimento e a maturidade.

PRODUCT LINE: Veja Linha de produto. Grupo de produtos que são intimamente relacionados porque funcionam de maneira similar, são vendidos para os mesmos grupos de consumidores , são colocados no mercado através dos mesmos tipos de pontos de venda ou estão dentro do mesmo nível de preço.

PRODUCT MANAGER: Executivo responsável pela abordagem de marketing, promoção, precificação, distribuição, estabelecimento das características do produto.

PRODUCTIVITY: Veja Produtividade. Medida de eficiência da produção.

PRODUTO AMPLIADO: Serviços e benefícios adicionais para o consumidor criados em torno dos produtos central e ampliado.

PRODUTO DE COMBATE: Produto de primeira linha que apresenta perda proposital da margem de lucro, com o objetivo de atrair a atenção dos consumidores para a loja.

Produto essencial - Produto ou serviço básico fornecido pela empresa, pelo qual ela é identificada. As características de um produto essencial incluem tamanho, configuração, estilo e cor. Se o produto essencial for, na verdade, em serviço, suas características incluirão cronograma, freqüência, âmbito etc.

PRODUTO NACIONAL BRUTO: Valor total de todos os produtos ou serviços comercializados no mercado de um país durante um período de tempo determinado, usualmente de um ano.

PRODUTO TANGÍVEL: As partes, estilo, aspectos, marca, embalagem e outros atributos que, combinados, fornecem os benefícios básicos do produto.

PRODUTO: Aquilo que é produzido pela natureza resultado de qualquer atividade humana, resultado, conseqüência. 2. Um dos quatro P's da classificação do composto mercadológico de McCarthy.

PRODUTOS DE CONSUMO: Produtos destinados ao consumo final.

PRODUTOS DE CONVENIÊNCIA: Produtos necessários, mas para os quais os consumidores não estão dispostos a gastar tempo ou empregar maior esforço para adquiri-los.

PRODUTOS DE IMPULSO: Produtos comprados rapidamente; compras não planejadas em função da necessidade instantaneamente despertada; normalmente, são produtos de baixo valor de compra. 

PRODUTOS GENÉRICOS: Produtos sem marca, com embalagem que identifica apenas o conteúdo e o fabricante ou o intermediário.

PRODUTOS HETEROGÊNEOS DE COMPRA COMPARADA: Produtos de compra comparada, mas que o consumidor considera diferentes e deseja examinar a qualidade e a adequação de uso de cada um para escolher o que para ele atende melhor a suas necessidades.

PROFIT CENTER: Veja Centro de lucro. Segmento de negócio responsável pelas receitas e despesas.

PROFIT OBJECTIVES: Lucro esperado por toda a estratégia de marketing.

PROFIT: Veja Margem. Espaço branco que fica entre o quadro impresso e o corte do papel.

PROJEÇÃO: Em estatísticas, possibilidade de estender os resultados de uma amostra ao universo de onde foram coletados. Desenvolvimento e disseminação de comunicações persuasivas sobre a oferta, planejadas para atrair os consumidores. 

PROMOÇÃO DE VENDAS - Consiste de um conjunto diversificado de ferramentas de incentivo, em sua maioria de curto prazo, que visa estimular a compra mais rápida e/ou em maior volume de um produto específico por consumidores ou comerciantes. 

PROMOTER: 1. Promotor. 2. Profissional que tem como responsabilidade promover o produto e/ou o serviço.

PROMOTIONAL DISCOUNT: Veja Desconto promocional. Desconto oferecido a intermediários como compensação por atividades promocionais.

PROPAGAÇÃO DE ERROS - Um problema muito comum em Sistemas de Informação Geográfica, devido ao uso de dados provenientes de diferentes fontes, com diferentes níveis de precisão e detalhe. Tal aspecto leva à necessidade de uma análise detalhada do impacto que pode ocorrer sobre os resultados derivados desses dados.

PROPAGANDA: A divulgação de produto/empresa claramente patrocinada. Atua diretamente no consumidor para induzi-lo a comprar o produto. Quadro comparativo entre publicidade, propaganda e promoção de vendas:

 

Alcance

Freqüência

Credibilidade

Publicidade

Variável

Baixo

Alta

Propaganda

Alto

Alta

Baixa

Promoção de Vendas

Baixo/Alto

Baixa

Alta

PROPAGANDA COOPERATIVA: Sistema em que os custos da propaganda de certos artigos são partilhados entre os fabricantes e os varejistas.

PROPENSÃO À RECOMPRA: Relação entre o grau de satisfação do Cliente e seu desejo de repetir a Transação, tal como declarado na Pesquisa da Satisfação do Cliente. Também pode ser um confronto entre o tal grau de satisfação e dados relativos à recompra efetiva. O Coeficiente de Lealdade é uma outra forma de se abordar esta tendência.

PROPOSTA DE VALOR: Projeção do que a empresa deseja fazer doravante para preservar a sua competitividade no mercado, pautada no cálculo do Valor Percebido pelo Mercado.

PROPRIEDADES DE MÍNIMOS QUADRADOS- Propriedade segundo a qual, em uma reta de regressão, a soma dos quadrados dos desvios verticais entre os pontos amostrais e os pontos da reta de regressão é a menor possível.

PROSPECÇÃO: Etapa do processo de venda na qual o vendedor identifica o consumir potencial qualificado.

PROSPECT: 1. Cliente que a agência tem em perspectiva. 2. Pessoa ou empresa que demonstra interesse em comprar um produto.

PROSPECTO: Pequeno impresso ilustrado, com ou sem dobra.

Prospects - Não consumidores de um determinado produto/ marca ou serviço com potencial pata tornar-se consumidor, se devidamente motivado. Também chamado de cliente potencial. 

PROSPECTS: Pessoas ou empresas que demonstram interesse em comprar um produto.

PROTECIONISMO: Barreiras comerciais estabelecidas para proteger a indústria nacional da concorrência estrangeira.

PROTECTION: Veja Barreira de proteção. Estabelecimento de elevadas tarifas de importação com a finalidade de proteger a indústria nacional.

PSICOGRÁFICA: 1.Característica que denota o estilo de vida ou atitude do consumidor. Imprescindível considerar na construção de banco de dados, pelo alto grau de precisão que oferece na definição de perfis do consumidor. É fundamental em estudos de segmentação. 2. Referente a psicografia.

PUBLICIDADE: Toda divulgação de produto/empresa na qual não esteja caracterizado a existência de patrocínio (formato notícia).

PUBLICITY: Publicidade.

PÚBLICO ALVO I- Grupo de consumidores ou prospects aos quais são dirigidas ações de comunicação ou marketing. 

Público Alvo II- Público de interesse ao nosso negócio. 

PÚBLICO- ALVO: 1. Na linguagem publicitária, tipo de consumidor que se deseja atingir com uma campanha; se o público- alvo é constituído por núcleos familiares, o fato de adotar mais de um título dirigido à família pode provocar risco de sobreposição. 2. Componentes de um segmento de consumidores que se quer atingir ou avaliar.

Público Externo -Grupo de pessoas de fora da Empresa com as quais ela tem que se relacionar (consumidores, prospects, governo, imprensa, formadores de opinião...) 

PÚBLICO EXTERNO: Conjunto de pessoas que têm interesses comuns com uma empresa ou instituição, como fornecedores, sindicato, autoridades, consumidores, etc.

PÚBLICO INTERMEDIÁRIO -Grupo de pessoas de fora da Empresa que se relacionam com o consumidor final de seus produtos e serviços ( varejistas, distribuidores, imprensa, formadores de opinião...) 

PÚBLICO INTERNO -Grupo de pessoas de dentro da Empresa (funcionários, vendedores, gerentes, acionistas,...)

PÚBLICO INTERNO: Funcionários, acionistas e dirigentes de uma empresa ou instituição. 

PURCHASE DECISION: Veja Decisão de Compra. Estágio no qual o consumidor compra.